Cacilda
 

Ode ao homem que se ajoelha

Escrito, dirigido e composto por Richard Maxwell

Músicos Scott Sherratt e Richard Maxwell

Atores Fletcher Jim, Kohler Anna, Emily McDonnel Cass, Greg Mehrten e

Christopher Sullivan

Montagem e Design de Luz Sascha Van Riel

Figurinos Tory Vazquez

Dramaturgia Tom King

Swift - Espaço 1

Dias 16, 17 e 18 às 19h e 21h30

 

Escrito por Lenise Pinheiro às 13h07

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Otro

Direção e Dramaturgia Cristina Moura e Enrique Diaz

Atores Cristina Moura,Denise Stutz, Daniela Fortes, Enrique Diaz,
Felipe Rocha, Raquel Rocha, Renato Linhares, Thierry Tremouroux




Cenografia Aurora Dos Campos

Trilha Sonora Lucas Marcier
Iluminação Renato Machado

Figurinos Luíza Marcier
Video Felipe Ribeiro
Assistente de direção Alex Cassal
Assistentes de cenografia Ana Machado e Carla Dutra

Teatro Municipal Humberto Sinibaldi Neto - S. J. do Rio Preto
Dias 16 e 17 às 21h30

Escrito por Lenise Pinheiro às 10h20

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Marcha para Zenturo

Concepção Grupo XIX de Teatro e Espanca!

Dramaturgia Grace Passô

Direção Luiz Fernando Marques


Atores Janaina Leite, Juliana Sanches, Paulo Celestino,


Rodolfo Amorim, Ronaldo Serruya, Gustavo Bones, Grace Passô,

Marcelo Castro


Cenário Júlio Dojcsar


Figurinos Julio Dojcsar e Patricia do Lago



Iluminação Guilherme Bonfanti

Trilha sonora Gustavo Kurlat

Dias 16 e 17 19h e 22h30

SESC Ginásio - São José do Rio Preto

Escrito por Lenise Pinheiro às 11h20

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Renato Russo

Dois jornalistas que admiro, Alcino Leite Neto e Marcelo Coelho, escreveram sobre teatro musical na última semana. Alcino, em crítica sobre "Jekyll & Hyde", no teatro Bradesco:

Cai então uma chuva torrencial sobre o palco. O público delira. Musicais "made in Broadway" são assim: tomba um candelabro sobre a plateia ("O Fantasma da Ópera"); um helicóptero invade a cena ("Miss Saigon"). São momentos extáticos do kitsch. 

E Marcelo, em coluna sobre a polêmica da nudez adolescente em "O Despertar da Primavera", no teatro Shopping Frei Caneca:

Está certo que eu não gosto de rock, de modo que ver um grupo de colegiais com roupas vitorianas berrando como possessos só fez crescer minha simpatia pelos bons tempos em que se reprimia esse tipo de comportamento.

Ambos escreveram mais, mas separo os dois trechos porque, lendo, pensei como gostaria que eles tivessem esperado por Stephen Sondheim, "Gypsy" talvez, que estreia semana que vem no Alfa, em vez de Frank Wildhorn ou Duncan Sheik.

Mas a temporada de musicais, até aqui, não está mesmo para Sondheim.

O melhor que a produtora Time for Fun conseguiu para o teatro Abril foi "Cats", um Andrew Lloyd Webber que, em suas duas décadas em cartaz, ajudou a tornar a Broadway sinônimo de "excesso e banalidade", para usar a expressão do crítico Frank Rich.

Apesar de Saulo Vasconcelos e Paula Lima e até de Toquinho, não consegui criar coragem para ver "Cats", que acompanhei em choque no teatro Winter Garden, mais de vinte anos atrás, figurino gasto, música escorrendo, um horror.

Mas não sou de desistir e, no último sábado, lá estava no teatro Folha para ver o retorno do "Renato Russo" de Bruce Gomlevsky, que conta mais de três anos desde a estreia e do qual sempre se falou muito bem.

Gomlevsky confirma logo o que diziam. O coadjuvante das peças de Gerald Thomas, muito jovem e engraçado, cresceu e virou ator virtuoso, que incorpora, de fato, o músico de letras sombriamente românticas, como um Ian Curtis cordial.

Mas nem a sua representação nem o roteiro inteligentemente costurado com os hits do Legião Urbana escondem que se trata de mais um pot-pourri brasileiro em que o teatro entra como subsidiário de outra arte ou, no caso, indústria.

É inescapável a sensação de que o musical recuou por aqui, desde "Cazas de Cazuza", de Rodrigo Pitta, tão mais complexo e ambicioso, não apenas em produção mas em resultado -e no que parecia indicar para o futuro do gênero, no Brasil.

Escrito por Nelson de Sá às 02h21

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Mulheres Alteradas

Texto Andrea Maltarolli

Colaboração Bernardo Jablonski

Direção Eduardo Figueiredo

Direção de Produção Maurício Machado

Atores André Bankoff, Daniele Valente, Luiza Thomé e Mel Lisboa

Cenário e Figurinos Maíra Knox

Iluminação Guilherme Bonfanti

Participação especial Banda Alteradas (ao vivo),

com Elaine Giacomelli, Anne Stercussa e Clara Bass.

Direção Musical Elaine Giacomelli e Eduardo Contrera


Teatro Procópio Ferreira - SP

Sextas e Sábados 21h30 Domingos 19h

Escrito por Lenise Pinheiro às 23h36

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Antes

Texto Maurício Arruda de Mendonça e Paulo de Moraes

Direção Paulo de Moraes

Atores Marcelo Guerra, Patrícia Selonk, Ricardo Martins, Simone Vianna,

Simone Mazzer, Thales Coutinho e Valéria Rocha

Cenário Carla Berri e Paulo de Moraes

Iluminação Maneco Quinderé

Figurinos Rita Murtinho

Armazém Companhia de Teatro - RJ

Abertura Oficial do Festival de Teatro de Rio Preto no próximo dia 15 de julho

2010

Escrito por Lenise Pinheiro às 09h30

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Lenise PinheiroO blog Cacilda é coordenado por Nelson de Sá, articulista da Folha, e pela repórter-fotográfica Lenise Pinheiro.

SITES RELACIONADOS

RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha Online. Todos os direitos reservados. ɉ proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha Online.