Cacilda
 

Cem Gramas de Dentes

Texto Bosco Brasil

Direção Georgette Fadel

Iluminação Guilherme Bonfanti


Elenco Jorge Vermelho e Marcelo Matos

Sábados às 21h30 Domingos às 18h30

Sesc Pompéia Galpão - SP

 

 

Escrito por Lenise Pinheiro às 17h53

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Homemúsica - Estreia

Michel Melamed



Teatro Sesc Anchieta - SP

Sextas e Sábados 21h Domingos 19h

Escrito por Lenise Pinheiro às 10h53

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Amigas Pero no Mucho - Reestreia

Texto Celia Regina Forte


Direção José Possi Neto


Elenco Elias Andreatto, Eucir de Souza,

Leopoldo Pacheco e Romis Ferreira




Teatro Renaissance - SP

Sextas 21h30 Sábados 21h e Domingos 19h

Escrito por Lenise Pinheiro às 10h43

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Bouffes du Nord

Zé Celso viaja até o fim do mês para Nova York, Havana e outras partes. Vai com Marcelo Drummond, que divide com ele a direção artística do Oficina e que, ator em "Bandidos", protagonizou com Zé uma cena de passagem de bastão, por assim dizer.

Um ritual que ambos já realizaram antes em "Bacantes" e na própria reabertura do teatro, década e meia atrás, como o príncipe e o rei Hamlet. E que deve se repetir na peregrinação de ambos por América e Caribe, fantasio eu.

Antunes Filho, de outra parte, pelo que contam atrizes formadas no Centro de Pesquisa Teatral, retomou o "Prêt-à-Porter", agora como coletânea, com um emocionante desagravo a Emerson Danesi, ator e também produtor da série.

E de fato, nesta versão em cartaz na própria sala da ensaios do CPT, é flagrante a mão de Danesi, que dá o tom das três cenas, estimulando interpretações especialmente virtuosas de Marília Simões e Susan Damasceno, como lindas e tão diferentes prostitutas.

Penso em Zé e Antunes por conta de Peter Brook, de geração anterior e que, em entrevista no final do ano ao francês "Le Monde", anunciou que vai deixar a direção artística do Bouffes du Nord, o lendário teatro que ocupa há quatro décadas no subúrbio árabe de Paris.

Já deu até nome aos sucessores, dois franceses chamados Olivier com inclinação para o teatro musical. Mas não é o que me interessa nesta história, no momento.

Que eu saiba, a exemplo do Brasil, na França também não existia a tradição institucional do diretor artístico, que passa adiante a tarefa que é também administrativa e financeira _e exaustiva.

Ela é comum na Inglaterra, nos Estados Unidos, na Alemanha, onde o teatro é abraçado como láurea nacional e recebe suporte público por sua contribuição imaterial e material à nação. A mudança de diretor artístico é sempre ocasião para debate público, civil.

Aqui, não. Imagino, quando chegar a hora de Zé e Antunes anunciarem formalmente que vão passar a bola, o que o governante da ocasião vai querer fazer ou desfazer das instituições que ambos ergueram.

Quando o secretário não for mais João Sayad ou, principalmente, quando o diretor do Sesc não for Danilo Santos de Miranda, quais serão os valores culturais de quem estiver por lá, em cargos que são tão políticos, mas nem sempre no melhor sentido?

O que sei é que Peter Brook conseguiu e está fazendo a transição que queria, na Paris de tradição semelhante à nossa. Ele apenas anunciou, só deixa formalmente a direção artística em dois, três anos, quando estiver mais perto dos 90.

E ainda assim vai seguir dirigindo, mas somente suas peças, sem o gigante material, tão lindo, que mantém em meio aos bazares. Estive lá anos atrás, com o curador Ricardo Muniz Fernandes, e gostamos mais do lugar que do espetáculo.

Mas eu queria mesmo era ter assistido ao "Hamlet" de Adrian Lester, ator do "As You Like It" de Declan Donnelann que tanto impressionou os mesmos Zé e Antunes e o mesmo Peter Brook, a ponto de convidá-lo para viver o príncipe.

Nos últimos dias, é o que estou fazendo, vendo e revendo, em DVD da encenação no Bouffes du Nord. Foi a atriz Agnes Zuliani quem me arrumou, mas o crítico Valmir Santos também tem.

Escrito por Nelson de Sá às 15h06

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Comunicação a uma Academia - Estreia

Texto Franz Kafka (1883-1924)

Direção Roberto Alvim


Atriz Juliana Galdino

Teatro Imprensa - SP

Terças e Quartas às 21h


Ao poder da presença, luz e côr de Gê Viana.

Meu muito obrigada.

Escrito por Lenise Pinheiro às 10h26

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Entre Divas e Senhoritas - Última Apresentação

Dramaturgia Priscila Nicolielo e Cia. Teatro de Senhoritas


Direção Débora Zamarioli


Atrizes Isis Madi e Sandra Pestana


Cenografia Cris de Paulo


Figurinos Sandra Pestana


Iluminação Bruno Garcia


Centro Cultural São Paulo - Sala Paulo Emílio Salles Gomes - SP

Hoje às 20h

Escrito por Lenise Pinheiro às 10h40

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Lenise PinheiroO blog Cacilda é coordenado por Nelson de Sá, articulista da Folha, e pela repórter-fotográfica Lenise Pinheiro.

SITES RELACIONADOS

RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha Online. Todos os direitos reservados. ɉ proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha Online.